Facebook anuncia lançamento de criptomoeda com ajuda da Farfetch

Está confirmado o Facebook vai ter uma criptomoeda que pode ser utilizada no WhatsApp e no Messenger. Irá chamar-se Libra e tem o apoio da portuguesa Farfetch.



Para além de poder ser utilizada no WhatsApp e Messenger, também poderá ser utilizada numa aplicação de carteira virtual própria.


Será utilizada a tecnologia de blockchain, comum a estas tecnologias e criou uma subsidiária chamada “Calibra” para o investimento nesta moeda digital. Além disso, a Calibra vai fazer parte da “Rede Libra”, a associação da criptomoeda que conta com a participação de grandes empresas como a Visa, a Vodafone, a Uber, o Ebay, o Spotify e Farfetch. A Libra deve ser lançada no próximo ano (2020).




A criptomoeda do Facebook tem como objetivo facilitar a transação de dinheiro. “Mais de metade dos adultos em todo o mundo não têm uma conta bancária ativa”, diz a empresa. Ao criar a carteira de moeda digitais com o nome “Calibra”, na qual os utilizadores vão poder guardar e transferir dinheiro, o Facebook quer que quem adira possa “guardar, transferir e utilizar Libra”.


Inicialmente, quando for lançada, as transferências com a libra vão ter “um custo zero ou muito reduzido”. Com o tempo, o Facebook espera que os utilizadores possam passar a pagar as suas contas à distancia de um clique, comprem um café mostrando um código, ou andem de transportes públicos sem precisar de andarem com dinheiro vivo no bolso ou o passe”.


Mark Zuckerberg, presidente executivo e fundador do Facebook, mostrou todas as empresas que vão fazer parte da organização sem fins lucrativos “Libra Association”. E deixou uma promessa: “Toda a informação que partilha com a Calibra vai ser guardada de forma separada da informação que partilha no Facebook”.


O presidente diz também que a visão para a Libra é criar a mesma “visão de uma plataforma social focada na privacidade”. Para isso, a tecnologia de blockchain vai será crucial.




“ainda há muito mais para aprender antes que a Libra esteja pronta para ser lançada oficialmente”, diz Zuckerberg.

Quanto aos usos e tecnologia da Libra, José Neves, fundador e presidente executivo da Farfetch, uma das empresas da associação da criptomoeda, afirma: “Acreditamos que o blockchain vai beneficiar a indústria do luxo ao melhorar a proteção de IP, transparência no ciclo de vida do produto e — no caso da Libra — permitir que um comércio eletrónico global fluido”,


As criptomoedas são unidades de dinheiro digital que utilizam como base a tecnologia blockchain (que permite efetuar transações virtuais entre pessoas e organizações sem intermediários). Esta inovação tem gerado bastante interesse entre os investidores — e até assustado a banca. Em 2018, a Bitcoin, a criptomoeda mais conhecida, bateu recordes, com os primeiros investidores a tornarem-se multimilionários. Depois, desceu a pique — mantendo, mesmo assim, uma valorização de cerca de dois mil euros — para, agora, estar de novo a subir (atualmente, uma bitcoin vale cerca de 8250 euros).


#DMParticles #Facebook #Libra #Criptomoeda #Blockchain #Calibra #Noticia #Farfetch

Artigos Recentes

Artboard 3.png

Subscrever Newsletter