Pinterest expande opções de ecommerce na plataforma

O objetivo do Pinterest é tornar-se um importante centro de compras on-line, com descoberta avançada de produtos e recursos de correspondência que se alinham às necessidades dos utilizadores e ajudam a orientá-los para produtos relevantes.


Para fazer isso, o Pinterest, quer que os utilizadores "possam comprar qualquer item que vejam" na plataforma. E para facilitar isso, o Pinterest precisa trabalhar com parceiros para que tornem possível os processos e as etapas necessárias para ajudar as marcas a listar todas as ofertas dentro do Pinsterest.


Neste seguimento, o Pinterest adicionou novos parceiros de tecnologia para facilitar a expansão.

Por ser agora mais do que um programa de marketing, o Pinterest renomeou o seu programa “Marketing Partners” para “Pinterest Partner”. Isto abrange as várias ferramentas e fornecedores de compras adicionados, que agora incluem:

  • Parceiros de plataforma como WooCommerce e Square Online Store que permitem que as empresas configurem sites de comércio eletrônico

  • fornecedores de feeds como Feedonomics, Productsup e GoDataFeed que podem gerir e otimizar o stock do produto

  • plataformas como Shoppable, MikMak, Jebbit, Drizly e Basketful que conectam produtos dentro de um Pin com os retalhistas que podem tornar mais fácil a comprar

  • Fornecedores de Tags incluindo PixelYourSite e Tealium que podem acompanhar as medições de conversões e vendas on-line

Como podes ver nesta listagem, o novo foco para os Pinterest Partners é comprar, com uma variedade de ferramentas que ajudarão a conectar empresas diretamente à plataforma.


O Pinterest continua a ser um pequeno player no comércio on-line, com 291 milhões de utilizadores ativos, mas os que usam a plataforma dedicam-se cada vez mais a ela e usam-na como uma plataforma de descoberta. Pesquisas mostram que cerca de 57% dos Pinners semanais usam a plataforma enquanto fazem compras nas lojas físicas, e são fatores de interação como este que o Pinterest precisa aproveitar e capitalizar para aumentar seu desempenho.


Assim como o Snapchat, o Pinterest nunca conseguirá competir com os grandes players, mas se conseguir maximizar o nível de interação e a retenção do público existente, ainda poderá ser uma opção valiosa e viável para muitas marcas. Para os profissionais de marketing, isto significa que o Pinterest pode ajudá-lo a conectar-se com pessoas mais próximas da fase de compra - o que poderia ser mais benéfico em geral.


#DMParticles #MarketingDigital #Pinterest #RedesSociais #Noticia #Ecommerce

Artigos Recentes

Artboard 3.png